BIODIREITO E BIOÉTICA: SIMILITUDES E DISTINÇÕES

Arthur Santana de Paulo

Resumo


No presente trabalho foi realizada uma análise histórico-conceitual dos institutos do Biodireito e da Bioética, no qual, buscou-se demonstrar que, embora sejam conceitualmente distintos, possuem uma relação de complementariedade, em que o Biodireito busca legitimar suas diretrizes na Bioética e em contrapartida, fornece meios eficazes, práticos e imperativos para resolução dos conflitos morais incidentes na “bios”.

 

Palavras-chave: Direito, Moral, Ética, Bioética, Biodireito.


Palavras-chave


Direito, Moral, Ética, Bioética, Biodireito

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOZA, Heloisa Helena; BARRETO, Vicente; MEIRELLES, Jussara. (Org.). Novos Temas de Biodireito e Bioética. p. 54. 1 ed. Rio de Janeiro: Renovar, 2002, v. 1.

HABERMAS, Jürgen. Facticidad y Validez: sobre el derecho y el Estado democrático de derecho en términos de teoría del discurso. p.179-181. 4ª.ed. Trad. Manuel Jiménez Redondo. Madrid: Trotta, 2005

REALE, Miguel. Lições Preliminares de direito. In: Direito e Moral. p. 41-57. 27º ed. São Paulo. Saraiva, 2004.

SCHRAMM, Fermin Roland. Bioética da Proteção: ferramenta válida para enfrentar problemas morais na era da globalização. p. 14. Revista de Bioética. 2008.

SCHRAMM, Fermim Roland. É pertinente e justificado falar em bioética de proteção? In: Bioéticas, poderes e injustiças: 10 anos depois. Brasília: CFM/Cátedra Unesco de Bioética/SBB; 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.