DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL: ESTUDO DE CASO EM FILIAL DE UMA REDE DE FARMÁCIA

Michel Barboza Malheiros, Aline Anklam, Jaine Barcellos, Maiara Netto Cardoso, Tamires Silva da Silva

Resumo


Este estudo teve como objetivo analisar o entendimento em torno da diversidade e inclusão social no contexto organizacional de uma filial de uma rede de farmácias localizada em uma cidade da Região Sul do Brasil. Para isso foi realizado um estudo de caso, descritivo de abordagem qualitativa. Como técnica para coleta de dados foi estruturado um roteiro de entrevista semiestruturada com quatro gestores da filial da organização. Como resultados percebe-se que a organização compreende vagamente a diversidade e englobam a inclusão social no seu quadro de colaboradores com as PcD. A filial compreende a importância, mas pouco é feito para que isso se torne algo natural e importante. O estudo contribui para o avanço teórico por apresentar assuntos emergentes e que condizem com a realidade de muitas organizações.


Palavras-chave


diversidade. inclusão social. farmácia

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, C.; GALEÃO-SILVA, L. G. A crítica da gestão da diversidade nas organizações. Revista de Administração de Empresas, v. 44, n. 3, p. 20-29, 2004.

BAKHRI, S. et al. Diversity Management and Organizational Culture: Literature Review, Theoretical Perspectives, and Future Directions. International Journal of Civil Engineering and Technology, v. 9, n. 1, p. 172-178, 2018.

BALDWIN, T. T.; BOMMER, W. H.; RUBIN, R. S. Gerenciando o comportamento organizacional: o que os gestores sabem e fazem. 2. ed. Rio de Janeiro: Elservier, 2015.

BARRANTES, R. J.; EATON, A. A. Sexual Orientation and Leadership Suitability: How Being a Gay Man Affects Perceptions of Fit in Gender-Stereotyped Positions. Sex Roles, v. 79, n. 9-10, p. 549-564, jan. 2018. https://doi.org/ 10.1007/s11199-018-0894-8.

BISPO, P. Diversidade e inclusão: valores de uma cultura organizacional. 2012. Disponível em: . Acesso em: 26 de out. 2019.

COLLIS, J.; HUSSEY, R. Pesquisa em Administração: um guia prático para alunos da graduação. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

FEITOSA, L. A. T. et al. Gestão da diversidade: um estudo no setor hoteleiro de uma cidade do nordeste brasileiro. Revista de Cultura e Turismo, v. 9, n. 2, p. 117-139, 2015.

FERREIRA, E. R. Gestão da diversidade em organizações contemporâneas. 2016. 33 f. TCC (Graduação) - Curso de Ciências Contábeis, Departamento Acadêmico de Ciências Contábeis, Fundação Universidade Federal de Rondônia, Cacol - Ro, 2016.

FLEURY, M. T. L. Gerenciando a diversidade cultural: experiência de empresas brasileiras. Revista de Administração de Empresas, v. 40, n. 3, p. 18-25, 2000.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GIOVANNINNI, M. What gets measured gets done. The Journal for quality & Participation, 2004. Disponível em: < https://www.yourhomeworksolutions.com/wp-content/uploads/edd/2017/06/what_get_mesaured_0.pdf>. Acesso em: 19 de dez. 2019.

GOMES, R.; FELIX, B. O self no armário: uma teoria fundamentada sobre o silêncio de gays e de lésbicas no ambiente de trabalho. Cadernos Ebape.br, Rio de Janeiro, v. 17, n. 2, p. 375-388, 2019. https://doi.org/10.1590/1679-395174796.

IBGE. Censo Demográfico 2010. Resultados gerais da amostra. Rio de Janeiro: IBGE, 2010. Disponível em: . Acesso em: 28 de mai. 2019.

MARTINS, B. L.O.; VACLAVIK, M.; ANTUNES, E. D. D. Elementos de administração 2 [recurso eletrônico] / Organizador Clayton Robson Moreira da Silva. – Ponta Grossa (PR): Atena Editora, 2019. – Elementos de Administração; v. 2, 2019.

MCSHANE, S. L.; GLINOW, M. A. V. Comportamento Organizacional. Porto Alegre: AMGH, 2013.

MEDEIROS, G. T. C. et al. A diversidade nas organizações contemporâneas: um enfoque na transversalidade de gênero. In: Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia. 11., 2014, Resende. Anais eletrônicos. Resende: AEBD, 2014.

MEYRS, A. O valor da diversidade racial nas empresas. Estudos afro-asiáticos, vol. 25, n. 3, p. 483-515, 2003. https://doi.org/10.1590/S0101-546X200300030000.

MILLER, F. A. Strategic culture change: the door to achieving high performance and inclusion. Public Personnel Management, v. 27, n. 2, p. 151-160, 1998. https://doi.org/ 10.1177/009102609802700203.

MILKOVICH, G. T.; BOUDREAU, J. W. Administração de recursos humanos. São Paulo: Atlas, 2006.

MOR BARAK, M. E. Managing Diversity: toward a globally inclusive workplace. California: SAGE Publications, 2005.

PEREIRA, J. B. C.; HANASHIRO, D. M. Ser ou não ser favorável às práticas de diversidade? Eis a questão. Revista de Administração Contemporânea, v. 14, n. 4, p. 670- 683, 2010. https://doi.org/10.1590/s1415-65552010000400007.

SARAIVA, L. A. S.; IRIGARAY, H. A. R. Políticas de Diversidade nas Organizações: Uma questão de Discurso? Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 49, n.3, p. 337- 348, 2009. https://doi.org/10.1590/s0034-75902009000300008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.