GÊNEROS DE ESPECIALIDADE NO CONTEXTO AVALIATIVO

Bruno de Assis Freire de Lima

Resumo


A partir de uma abordagem pelo viés dos gêneros textuais, neste texto discuto a avaliação da aprendizagem escolar como área de especialidade. Trato dos gêneros que circulam na esfera avaliativa, apontando os chamados gêneros de especialidade. Defendo a posição de que o gênero item é prototípico da avaliação, a que segue uma descrição desse gênero.


Palavras-chave


Gêneros de especialidade; Item de avaliação; Práticas avaliativas.

Texto completo:

VER EM PDF

Referências


ARAÚJO, J. C. Um percurso teórico-metodológico para o estudo da constelação de gêneros. In: Linguagem em (Dis)curso, Tubarão, SC, v. 12, n. 1, p. 187-212, jan./abr. 2012

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In: BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução de Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 1997. p. 261- 335.

BIASI-RODRIGUES, B. e NOBRE, K. C. Sobre cadeia de gêneros. In: Linguagem em (Dis)curso, Tubarão, SC, v. 12, n. 1, p. 213-230, jan./abr. 2012

ENEM 2012. Prova de Linguagens. Questão 106. Caderno Azul, p. 9.

FINATTO, M. J. e ZILIO, L. Textos e termos para Lothar Hoffmann: um convite para o estudo das linguagens técnico-científicas. Porto Alegre, Editora Pallotti/FAPERGS, 2015.

GLASER, R. Fachtextsorten im Englischen. Forum fur Fachsprachen‑Forschung, 13. Tubingen, 1990.

INEP. Guia de Elaboração e Revisão de Itens. Brasília, DF, 2010.

LAKOFF, G.; JOHNSON, M. Metaphor we live by. Chicago: The University of Chicago Press, 2003


Apontamentos

  • Não há apontamentos.